O Rolls Royce da Presidência da República

O Rolls Royce da Presidência da República

1 de janeiro de 2019 0 Por Maurilyn Junior

No dia da posse do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o que nos chama a atenção é a imponência do veículo oficial.

O automóvel Rolls Royce – Silver Wraith, fabricado em 1952, modelo cabriolé, foi embarcado em fevereiro de 1953 no navio Highland Princess, sendo transportado de Londres para a cidade do Rio de Janeiro. Foi utilizado pela primeira vez, em 1º de março de 1953, pelo então presidente Getúlio Vargas, durante as comemorações do Dia do Trabalho, em Volta Redonda (RJ).

Especificações:

Rolls Royce tem motor de seis cilindros, é movido a gasolina, pesa 2,5 toneladas e tem capacidade para transportar sete pessoas. Até hoje já rodou 29.527 quilômetros e conserva suas peças originais.

Sempre pertencente à Presidência da República, a relíquia foi incorporada à frota de Brasília (DF), em 1968, após mudança da capital do país. Já foi usado por autoridades estrangeiras em visita ao Brasil, como os ex-presidentes do Peru general Manoel Odria, e da França, Charles de Goulle; o rei Balduino, da Bélgica; a rainha Elizabeth da Inglaterra (que não doou o veículo, como reza a lenda), bem como o astronauta russo Yuri Gagarin.

O veículo recebe manutenções uma ou duas vezes por ano e roda por cerca de 20 minutos uma vez por semana.

Essa relíquia pode ser vista apenas nas cerimônias de posse presidenciais, nos desfiles de 7 de setembro ou no primeiro domingo de cada mês durante a troca da Bandeira Nacional, quando fica estacionada na portaria principal do Palácio do Planalto.

Espalhe: