Como será a F1 em 2021

Como será a F1 em 2021

1 de novembro de 2019 1 Por Maurilyn Junior

Após meses de muita discussão, a categoria divulgou os regulamentos que serão utilizados a partir de 2021

O principal objetivo das novas regras é melhorar a disputa entre os carros, visando o equilíbrio da competição. Limitando a maior parte dos apêndices aerodinâmicos e adicionando o “efeito solo” espera-se que o carro que vem atrás consiga seguir perto sem sofrer com a turbulência gerada pelo carro da frente.

Os carros, porém, devem ficar 25 kg mais pesados e sejam entre 3 e 3s5 mais lentos que os carros atuais

Teto Orçamentário

Uma das medidas será a implantação de um teto orçamentário, que deverá ser de US$ 175 milhões, algo em torno de R$ 703 milhões, para tentar aproximar as equipes menores e atrair novas equipes.

Salários dos pilotos, custos de marketing e desenvolvimento de motores não devem fazer parte desse limite e ainda estudasse a padronização de algumas peças, tais como: freios, rodas e radiadores.

Design

A F1 buscou trazer um design que parecesse mais criativo, agressivo e futurista. Bico do carro mais baixo, asas simplificadas e menos apêndices aerodinâmicos. Rodas de 18 polegadas irão substituir as atuais de 13″

Depois de mais de dois anos de intensa pesquisa e desenvolvimento, de estreita colaboração com nossos parceiros na Fórmula 1 e com o apoio de equipes e pilotos, projetistas de circuitos, o fornecedor de pneus exclusivo, Pirelli, e todas as partes interessadas na F1, a FIA tem o orgulho de publicar hoje o conjunto de regulamentos que definirão o futuro da Fórmula 1 a partir de 2021

Jean Todt, presidente da FIA

Testes em túneis de vento mostraram que a perda de downforce do carro que busca a ultrapassagem deve cair para entre 5% e 10%, contra os atuais mais de 40% causados pelo “ar sujo” do carro que vai a frente

[ngg src=”galleries” ids=”21″ display=”basic_thumbnail” thumbnail_crop=”0″]

A F1 é um esporte incrível de história maravilhosa, heróis e fãs no mundo todo. Respeitamos muito o DNA da F1, que conta com grande combinação de ótima competição esportiva, pilotos unicamente talentosos e corajosos, equipes dedicadas e tecnologia de ponta. A meta sempre foi melhorar a competição e a ação na pista e, ao mesmo tempo, tornar o esporte mais saudável e um negócio mais atraente para todos. A aprovação das regras pelo Conselho Mundial da FIA é um divisor de águas que vai nos ajudar a entregar mais batalhas de roda com roda para os fãs

Chase Carey, CEO da Formula 1

Foto de Capa: Divulgação F1

Espalhe: