7 Recordes que ainda podem ser quebrados na F1 em 2020

7 Recordes que ainda podem ser quebrados na F1 em 2020

29 de junho de 2020 0 Por Maurilyn Junior

A Fórmula 1 retorna no próximo final de semana e mostraremos alguns recordes de estatísticas que ainda podem ser quebrados em 2020.

1. Vitórias

Lewis Hamilton está a 7 vitórias de igualar o recorde (91) de Michael Schumacher. Hamilton tem, em média, 9 vitórias por temporada pela equipe Mercedes, desde 2013 (e é o único piloto da história com pelo menos 1 vitória por temporada desde que estreou na categoria em 2007).

Com 8 corridas já previstas no calendário e com a possibilidade de mais serem adicionadas posteriormente, caso a Mercedes seja a equipe dominante mais uma vez, Lewis tem grandes chances de alcançar e ultrapassar Schumacher esse ano.

2. Campeonatos de Construtores consecutivos

Mercedes e Ferrari estão atualmente empatadas nessa estatística em 6 campeonatos em sequência; Ferrari (1999-2004) e Mercedes (2014-2019). As flechas de prata podem quebrar esse recorde em 2020.

Caso sejam campeões, a Mercedes igualará, com 7 títulos, o motor a mais vencer campeonatos consecutivos da Ford-Cosworth (1968-1974).

3. Mais jovem Campeão

Caso Ferrari ou Red Bull consigam bater a Mercedes, poderemos ter esse ano o piloto mais jovem campeão da história. Charles Leclerc é o piloto mais jovem a vencer pela Ferrari, enquanto que Max Verstappen é o piloto mais jovem de sempre a vencer uma corrida na Fórmula 1.

Ambos terão apenas 22 anos ao final da Temporada 2020. Sebastian Vettel, atual detentor do recorde, foi campeão em 2010 com 23 anos, 4 meses e 11 dias.

4. Corridas terminadas na zona de pontos

Michael Schumacher terminou corridas na zona de pontos em 221 provas entre 1998 e 2008. Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen estão a 8 corridas desse recorde. Com 8 etapas já agendadas para esse ano e a possibilidade de mais se confirmarem, ambos possuem chances de alcançar e bater esse número.

Para corridas consecutivamente terminadas na zona de pontos, Lewis Hamilton detém o recorde de 33 corridas consecutiva, primeiro entre Japão-2016 e França-2018 e no momento ele iguala a própria marca atualmente entre Inglaterra-2018 e Abu Dhabi-2019, caso pontue novamente na Austria, ele ultrapassa o próprio número.

5. Número de largadas

Com 322 largadas, Rubens Barrichello é piloto que mais disputou corridas na Fórmula 1, o brasileiro correu entre 1993 e 2011. Kimi Raikkonen tem atualmente 312 largadas. O finlandês teria quebrado esse recorde caso a Fórmula 1 tivesse disputando o calendário original de 2020. No momento, temos apenas 8 corridas confirmadas para a atual Temporada e o recorde depende da confirmação de apenas mais 3.

6. Vitórias liderando todas as voltas da corrida

Ayrton Senna liderou todas as voltas em 19 das suas 41 vitórias, Lewis Hamilton aparece empatado e o recorde pode ser quebrado esse ano.

No chamado Gran Chelem (pole position, liderar todas as voltas, marcar a volta mais rápida e vencer) Lewis Hamilton tem 6 e está atrás de seu compatriota Jim Clark que possui 8.

7. Maior número de pódios

Michael Schumacher detém o recorde de 155 pódios (com 308 largadas), Hamilton tem 151 (250 largadas). Esse é mais um recorde com grandes chances de ser quebrado esse ano.

Bonus (o recorde que escapou em 2020): 8. Pole Positions na mesma corrida

Se Lewis Hamilton tivesse conquistado a Pole no GP da Austrália que “quase” aconteceu em 2020 teria conquistado o recorde de 9 poles em uma mesma corrida.

Atualmente recorde está dividido entre Senna em San Marino (8). Schumacher no Japão (8) e Hamilton na Austrália (8).

Foto de Capa: Steve Etherington / Mercedes Media Database

Espalhe: